As novas regras da Lei Seca já estão valendo

A medida aumenta punição para motoristas que bebem e dirigem. A pena, que antes era de dois a quatro anos, passa a ser de cinco a oito anos por homicídio culposo cometido por motorista sob efeito de álcool ou drogas.

A alteração surge como mais uma importante medida na busca pela redução da violência do trânsito brasileiro. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking de países com maior índice de acidentes de trânsito em todo o mundo.

Ainda de acordo com os números da Seguradora Líder, que administra o Seguro DPVAT, em 2017, foram pagas 41.151 indenizações por morte e 284.191 por invalidez permanente às vítimas. Neste ano (de janeiro a março), o seguro já registrou o pagamento de 87.508 indenizações.

Então, só para lembrar a todos os motoristas, se beber não dirija!

Comentários